Knight Center
Knight Center

Jornalistas discutem cobertura do narcotráfico em curso online do Centro Knight




A imprensa faz uma cobertura adequada do narcotráfico? É possível investigar o tráfico de drogas, apesar dos riscos enfrentados pelos jornalistas? Essas são algumas das questões discutidas no curso online "A Cobertura do Narcotráfico", que está sendo realizado pelo Centro Knight para o Jornalismo nas Américas.

O curso, que termina no domingo 24 de julho de 2011, está sendo ministrado, em espanhol, por Álvaro Sierra, renomado jornalista e professor colombiano com extensa experiência na cobertura de conflitos armados e do narcotráfico. É a quinta vez que ele ministra o curso para o Centro Knight.

Trinta jornalistas de Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guatemala, México, Paraguai, Peru, República Dominicana, Estados Unidos e Venezuela estão acompanhando as aulas e participando das discussões.

“A interação tem sido ótima. Nossas discussões deveriam durar uma hora... mas elas têm excedido esse tempo”, disse a assistente de Sierra no curso, Rachel Barrera. "O fato de essas discussões estarem durando uma hora e meia ou mais para mim prova o entusiasmo pelo curso e pelo tema".

Segundo Sierra, o narcotráfico é um “complexo problema social, econômico e político”. Para ele, os jornalistas devem ir além da cobertura de sequestros e decapitações.

“Como nas outras edições do curso, o tema do narcotráfico está em primeiro plano na vida e no trabalho dos participantes”, acrescentou Barrera. “Eles têm muitas dúvidas e preocupações em relação ao tema e a experiência de Álvaro faz dele um excelente professor para esse curso”.

Sierra hoje é editor da revista Semana em Bogotá, na Colômbia. Anteriormente, foi editor de opinião do jornal El Tiempo, também em Bogotá, e correspondente na Rússia (1990-1997) e na China (1998-2000). Recentemente, voltou para a Colômbia, após dar aulas na Universidade para a Paz, das Nações Unidas.

O Centro Knight para o Jornalismo nas Américas foi criado pelo professor Alves na Escola de Jornalismo da Universidade do Texas em Austin em agosto de 2002, graças a generosas doações da Fundação John S. e James L. Knight. O Centro Knight também recebe contribuições de outros doadores, incluindo as Fundações Open Society e a Universidade do Texas em Austin. O principal objetivo do Centro Knight é ajudar jornalistas da América Latina e do Caribe a elevar a qualidade do jornalismo em seus países.



Responder

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail: