Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Produtor da Fox News que vazou informações sobre a rede de TV americana tem bens confiscados por mandado judicial




Joe Muto, ex-produtor associado do canal de notícias americano Fox News e que admitiu que atuou como "agente infiltrado" para o site de notícias Gawker, teve seu iPhone, seu computador portátil e seus cadernos de anotações confiscados, após um mandado de busca e apreensão contra ele na manhã de quarta-feira, 25 de abril. Muto tornou pública a situação via Twitter, de acordo com Poynter.

Muto tuitou que, de acordo com o mandado, Fox News o acusa de furto, informou o Huffington Post. O jornalista, que trabalhava para o programa de televisão The O’Reilly Factor, disse que recebeu 5 mil dólares para escrever para Gawker sobre como era trabalhar no canal Fox News. Ele conseguiu publicar duas colunas anônimas antes de confessar a responsabilidade no caso, já que seus chefes suspeitavam que ele havia vazado as informações.

Em 12 de abril, o site Gawker recebeu uma carta judicial enviada por Fox News, que exigia que não fosse publicada qualquer informação passada por Muto e advertia que tanto a página de notícias quanto Muto "serão objeto de uma investigação mais exaustiva" para determinar quais outras ações legais são cabíveis.

Segundo Poynter, no início de abril, o presidente e diretor executivo da Fox News, Roger Ailes, se referiu a Muto durante uma conferência na Universidade de Carolina do Norte em Chapel Hill, dizendo: “O vazamento mostrou uma cultura que crê no roubo, na falta de lealdade, na falta de companheirismo e em mentiras, e há um sério questionamento ético nisso".

Forbes questionou se este caso se tornará um processo civil ou um criminal.



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes