Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Apresentador de TV é morto a tiros em Honduras, segundo país mais perigoso das Américas para os jornalistas




Um apresentador de TV de Honduras foi morto a tiros minutos depois de encerrar seu programa de entretenimento, no dia 23 de abril, informou a organização C-Libre.

Noel Alexander Valladares Escoto, apresentador e produtor do programa El Show del Tecolote, recebeu vários tiros/a> a pouco metros da Maya TV. No ataque, dois guarda-costas do apresentador também morreram, acrescentou o diário Tiempo. A esposa dele, Nelly Yorleni Pavón, ficou ferida.

O apresentador teria sido vítima de extorsão, acrescentou o La Prensa.

Além disso, no dia 18 de abril, a Anistia Internacional advertiu que a vida de uma jornalista hondurenha corria perigo.

Dina Meza, que escreve sobre direitos humanos para o site Defensores en Línea e trabalha no setor de comunicação do Comitê de Familiares de Presos e Desaparecidos (COFADEH), afirma ter recebido uma ligação e mensagens de texto ameaçadoras, explicou o site Frontline Defenders.

A jornalista denuncia ainda ter sido fotografada ao caminhar com seis filhos pelo bairro onde mora, segundo a organização C-Libre Honduras.

Em 2006, a Comissão Interamericana de Direitos Humanos concedeu medidas cautelares à jornalista, mas, até agora, as autoridades não deram proteção à profissional, denunciou a Anistia Internacional.

Honduras, onde um assassinato é cometido a cada 74 minutos, é o país com a mais alta taxa de homicídios do mundo, de acordo com as Nações Unidas. Além disso, é o segundo país mais perigoso das Américas para a prática do jornalismo. Para mais informações, veja o mapa do Centro Knight sobre ataques à imprensa na América Central.



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes