Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Jornalista colombiano é ameaçado de morte após divulgar vídeo de violência policial no YouTube



Um ativista e jornalista colombiano, após ser ameaçado de morte por subir um vídeo no YouTube com registro da violência policial, decidiu sair de Huila, sua cidade natal na Colômbia, informou a Fundação para Liberdade de Imprensa (FLIP).

Segundo explicou o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ), Bladimir Sánchez Espitia gravou um vídeo que mostrava como a polícia tratava violentamente “manifestantes que protestavam contra a construção de uma hidrelétrica no departamento central de Huila”.

Sánchez contou à Repórteres Sem Fronteiras (RSF) que decidiu deixar a região “temporariamente” ao ser acusado de “atuar contra as forças de segurança” e de ser “pago pelas guerrilhas”.

No vídeo, chamado “O vídeo que o governo colombiano não quer que vejamos”, foi visto mais de meio milhão de vezes e “é o vídeo de jornalismo cidadão mais acessado na história do país”, de acordo com Publimetro.



1 comentar

 
Anderson wrote 2 anos 7 semanas ago

Comentário

Isso tem que mudar.

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes