Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Nos EUA, veículos de imprensa se unem para interferir em julgamento sobre confidencialidade de fontes




Um grupo de 29 veículos e organizações de imprensa recorreu à Corte de Apelações dos Estados Unidos para tentar manter uma decisão que impede promotores de forçar o repórter do New York Times James Risen a revelar suas fontes, informou o Politico. Como "Amicus Curiae" (quando terceiros participam de um processo judicial), o grupo argumenta que "a confidencialidade da comunicação entre os jornalistas e suas fontes tem sido vital para garantir que a imprensa efetivamente desempenhe seu papel, protegido pela Constituição, de divulgar informações para o público".

Promotores querem forçar Risen a revelar suas fontes como parte de uma investigação sobre o ex-membro da CIA Jeffrey Sterling, acusado de vazar informações confidenciais sobre o programa nuclear do Irã, explicou o próprio New York Times.

O Politico acrescentou que o New York Times não chegou a publicar a matéria de Risen, que virou parte de um livro publicado em 2006. Ainda assim, o Times se juntou ao grupo de imprensa que recorreu à Corte de Apelações. O grupo inclui, entre outros veículos, ABC, CBS, CNN, Fox News, NPR, NBC, Associated Press, Bloomberg, Hearst, McClatchy, Newsweek, New York Daily News, Reuters, Scripps-Howard, Time, Tribune Company, Wall Street Journal e Washington Post.

O caso deve chegar à Suprema Corte, acrescentou o Politico.



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes