Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Justiça do Equador declara inocente jornalista condenado a cinco anos de prisão por difamação



Foto tomada del Twitter @freddy_aponte.

A Suprema Corte do Equador declarou inocente o jornalista Freddy Aponte, que havia sido condenado à prisão pelo crime de insolvência fraudulenta, informou o diário La Hora.

Em 2011, o jornalista havia sido sentenciado em primeira instância a cinco anos de prisão por não pagar uma indenização de 55 mil dólares por danos morais ao ex-prefeito de Loja (Sul del país) - decisão confirmada pela em segunda instância em 2012.

No entanto, a sentença foi anulada no dia 26 de março por “expressa contradição” entre dois Códigos e por equivocada interpretação de um artigo do Código de Processo Penal, acrescentou o La Hora.

A defesa do jornalista alegou que, para provar a fraude, deveria existir uma declaração de insolvência fraudulenta por parte de um juiz, o que não aconteceu, explicou a ONG Fundamedios. A Justiça acatou o argumentou, destacando que “a decisão do juiz civil que declara a insolvência de Freddy Aponte nã existe”.

A acusação analisará a possibilidade de propor uma ação extraordinária de proteção pela vulnerabilidade do princípio da segurança jurídica, acrescentou a Fundamedios. 

O processo aberto pelo ex-prefeito de Loja começou em 2007, depois de Aponte o acusá-lo de apropriação de vários terrenos em seu programa de rádio na emissora Luz y Vida.



Temas:


Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook