Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Na Colômbia, jornalista acusado de ter vínculos com as FARC é condenado por associação criminosa



A Justiça colombiana condenou um jornalista por associação criminosa, por vínculos com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC). A pena para o crime pode chegar a 18 anos en prisão, informou a agência Europa Press.

O jornalista sueco de origem colombiana Joaquín Pérez Becerra, diretor da Agencia de Noticias Nueva Colombia (ANNCOL), que divulga informações das FARC, foi absolvido da acusação de financiar o grupo, acrescentou o El Tiempo.

Pérez havia sido deportado da Venezuela para a Colômbia em abril de 2011, após ser acusado pelo governo colombiano de ter vínculos com as FARC. De acordo com a AFP, o jornalista “sempre negou fazer parte do grupo e que se dedica ao jornalismo”.

O advgado do jornalista, Rodolfo Ríos, disse que apelará da decisão. Segundo ele, as provas usadas para condenar seu cliente são questionáveis. O nome de Pérez foi citado em e-mail encontrados em computadores de um dos chefes das FARC, Raúl Reyes, morto pelas autoridades em 2008, acrescentou a Associated Press.

Em setembro de 2010, o jornalista William Parra Jaimes também foi acusado de ter laços com as FARC por conta dos e-mails encontrados nos computadores de Reyes. Em abril deste ano, porém, a ordem de prisão contra o jornalista foi suspensa.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook