Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Autoridades cubanas liberam blogueiro crítico ao regime após nove horas de detenção




Autoridades cubanas prenderam o blogueiro e fotógrafo independente Orlando Luis Pardo Lazo na tarde de sábado, 1 de setembro, segundo denunciou a blogueira Yoani Sánchez em sua conta no Twittere no portal Háblalo Sin Miedo, que permite que os dissidentes cubanos liguem para um telefone dos Estados Unidos.

Após mais de nova horas de prisão ilegal e com a pressão de dez ativistas que protestaram em frente ao centro de detenção, Pardo e sua namorada Silvia Corbelle foram liberados às 11h do sábado, segundo o jornal El Nuevo Herald. No dia seguinte, também foi liberado o líder da oposição Manuel Cuesta Morúa enquanto outros dissidentes continuam desaparecidos, segundo o site Cuba Encuentro. Orlando Luis Pardo Lazo é editor da revista independente Voces e também autor dos blogs Lunes de Post Revolución.

Na sexta-feira, 31 de agosto, esse jornalista divulgou uma mensagem no Google Voice para denunciar que a polícia cubana vigiava sua casa e suspeitava que tentariam prendê-lo para torturá-lo ou matá-lo. Com a detenção do blogueiro, as autoridades cubanas impediram-no de participar como moderador de uma mesa de discussão programada para aquele sábado sobre o Novo Pensamento Cubano, que promove debates abertos sobre a situação da ilha, segundo o jornalista argentino e ativista da liberdade de expressão Ricardo Trotti.

No final de junho deste ano, a Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) alertou sobre o aumento das detenções e ameaças a jornalistas cubanos, bem como maiores represálias contra membros da oposição.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook