Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Juíza de Porto Rico ordena que jornalista revele fonte confidencial




Organizações jornalísticas de Porto Rico condenaram uma ordem judicial que obriga uma jornalista a revelar uma fonte confidencial, informou o diário El Nuevo Día.

A juíza Katherine Silvestri, do Tribunal de Primeira Instância de San Juan, ordenou que a jornalista Cándida Cotto revelasse a fonte de uma reportagem sobre a greve da Universidade de Porto Rico em 2010, segundo o semanário Claridad.

Esta publicação e a jornalista foram processadas por difamação e injúria pela ex-reitora universitária e seu cônjuge por declarações atribuídas a uma fonte anônima, segundo consta na resolução judicial.

A Associação de Jornalistas de Porto Rico (ASPPRO) considerou que esta decisão judicial é “um perigoso precedente contra a liberdade de imprensa” e que poderia abrir espaço para que figuras públicas intimidem jornalistas e suas potenciais fontes informativas, de acordo com um comunicado da entidade divulgado nesta quarta-feira, 23 de maio.

O Nuevo Día recordou que em um outro caso anterior, o tribunal federal exigiu que uma jornalista entregasse gravações e entrevistas sobre um ex-líder campesino.



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes