Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

SIP e Abraji realizam curso de jornalismo de risco no Rio de Janeiro



Para marcar os 10 anos após a morte do jornalista Tim Lopes, torturado e assassinado enquanto fazia uma matéria numa favela carioca, a Sociedade Interamericanda de Imprensa (SIP) e a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) promoverão um seminário sobre jornalismo de risco nos dias 31 de maio e 1º de junho, no Rio de Janeiro.

Intitulado "Jornalismo de risco no Brasil: Tim Lopes, 10 anos depois", o seminário pretende questionar as causas de morte de jornalistas no Brasil e quais medidas podem ser tomadas para evitar agressões. Em 2012, o Centro Knight já registrou seis assassinatos de jornalistas no país.

A ascenção de crimes contra jornalistas fez o Brasil cair 41 posições na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2011-2012, divulgada pela organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF), deixando o país na 99ª posição.

Em 2011, o Brasil ficou atrás apenas do México em mortes de jornalistas na América Latina, em ranking divulgado pela SIP. Ainda assim, o governo brasileiro decidiu bloquear uma proposta das ONU que promoveria a segurança de jornalistas e ajudaria a frear a impunidade em crimes contra a categoria. O Plano de Ação da ONU pela Segurança de Jornalistas e o Tema da Impunidade, como é chamada a proposta, foi apresentado na última segunda-feira, 21 de maio, no primeiro dia do 10º Fórum de Austin de Jornalismo nas Américas.



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes