Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Grupo guerrilheiro EPP ameaça jornalista paraguaia



Uma jornalista paraguaia foi ameaçada pelo grupo guerrilheiro Exército do Povo Paraguaio (EPP) por meio de uma carta manuscrita recebida em sua casa nesta terça-feira, 8 de maio, informou a rádio 970 AM. "Não ao jornalismo burguês, empanado por proteção de ministros corruptos por parentesco. A luta armada continua”, dizia a carta, segundo o diário Última Hora.

Claudia Cazal, locutora da rádio Aquidaban, de Concepción, ao norte de Assunção e sobrinha do ministro da Corte, Miguel Oscar Bajack, disse acreditar que a mensagem não era uma ameaça, e sim “um amedrontamento, porque meses atrás ela afirmou pela rádio que o EPP, provavelmente, tem razão ao querer uma sociedade igualitária, mas se equivoca em seu método de luta", informou a Associated Press (AP). Esta é a primeira vez que a jornalista recebe uma ameaça deste tipo, destacou o jornal ABC Color.

A só três quadras da residência de Cazal, a Força Operativa da Polícia Especial (FOPE) encontrou uma maleta suspeita na casa da promotora Dora Irrazabal, reportou ABC Color. A mala não continha explosivos, só papeis e um passaporte que pertencia a Miguel Alarcón, membro do Sindicato de Trabalhadores da Empresa de Serviços Sanitários do Paraguai (Essap), acrescentou ABC Color.



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes